PACHA     MAMA

Aceitar as pessoas como elas são

15022

É um texto curtinho que me veio em um momento de reflexão…

Aceitar as pessoas como elas são pode ser o maior sinal de libertação que você pode conquistar num relacionamento.

Aceitar as diferenças de opinião, as divergências, as escolhas, os pontos de vista, as limitações pode ser uma grande fonte de libertação do sofrimento.

Valores essenciais como a paz, a fraternidade, união, tolerância, paciência e respeito são fundamentais para trilhar este caminho do bem viver.

Aceitar que alguém pode não corresponder às suas expectativas, seus ideais criados e alimentados, além de projeções e ambições almejadas pode beneficiar tanto aquele que idealiza quanto quem é idealizado.

Se libertar das expectativas é realmente libertador.

Aceitar o imperfeito, o feio, o incompleto… Como remete aquela canção do Lenine, chamada: “O que é bonito?”.

Aceitar as coisas como elas são traz o verdadeiro alívio do sofrimento.

Aurora Reis